terça-feira, 15 de novembro de 2011

O poderoso SETE !




NÚMERO DA PERSONALIDADE 7

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS:

RESERVADA

EQUILÍBRIO

CONFIABILIDADE

PERSPICÁCIA

ESPÍRITO ANALÍTICO

Demonstra, desde a infância, uma vocação para desenvolver trabalhos intelectuais. Por outro lado, não é muito atraída por atividades desgastantes fisicamente. Na fase adulta, parece manter a vida sob controle. Passa a impressão de ser uma pessoa inteligente, com intuição aguçada. Valoriza o lado espiritual. Deus tem uma importância significativa na sua vida. Parece ser solitária, absorvida pelos pensamentos íntimos. Veste-se com um toque de classe e tem uma aparência distinta e refinada. Não gosta de intimidades e muito menos de brincadeiras fora de hora. A vida pessoal é mantida em sigilo. Ganhar sua confiança não é fácil, já que não costuma contar seus segredos para qualquer um. É atraída por atividades excêntricas que exijam concentração. Prefere uma vida mais reservada, sem estardalhaços. Não é fã de encontros sociais, mas age com dignidade em qualquer situação. Não costuma fazer comentários óbvios ou demagógicos apenas para tentar impressionar. Só participa de uma conversa se for para fazer afirmações embasadas em cuidadosa observação e análise. Para você, o conteúdo é mais importante do que a forma. Por isso, dificilmente faz papel de ridícula diante das pessoas.

Mas, cuidado: as pessoas desse número de personalidade podem correr o risco de se isolar do mundo, não confiando na ajuda de ninguém. O egoísmo também pode ser perigoso, se não for controlado.

E MAIS SOBRE O SETE - perfil do numero 7: O pesquisador

Perfil do Número 7: O Pesquisador
Ele entra em casa. Tira o sapato, coloca uma música tranqüila e regula a luz para que ela ilumine suavemente o ambiente, criando um clima intimista. Pega uma bebida e se acomoda na poltrona preferida, com um livro na mão. Pronto, agora ele pode fazer o que mais gosta: ler e refletir sobre a vida. Analisar as pessoas. Pensar sobre os mistérios do universo. Afinal, ele é um perfil Número 7.


Ele precisa de paz e de sossego. Se puder, vai morar numa chácara. Ou numa casa com quintal, com árvores e muito verde em torno. Numa rua tranqüila, em que ele ouça apenas o som dos canto dos pássaros. Pois ele precisa de silêncio e do contato com a natureza, para recarregar as suas baterias.

Tudo isso para proteger a sua imensa sensibilidade. Que lhe dá a habilidade de sentir as pessoas, e percebê-las em seu interior. O seu senso natural de psicologia é ampliado pela sua capacidade de observação; enquanto as pessoas falam, o 7 muitas vezes fica quietinho, só observando e analisando - para compreender com elas funcionam. E como as coisas são.

Sua alma de pesquisador adora desvendar o desconhecido. Ele não tira conclusões precipitadas: paciente, sabe esperar para chegar às suas verdades. Ele pega um ponto, levanta hipóteses, e vai desfiando a trama, esmiuçando, refletindo, depurando, até chegar ao cerne da questão. Seu pensamento se alia à sensibilidade e à intuição, numa forma toda própria de fazer as suas descobertas.

Por isso mesmo, não consegue funcionar bem sob pressão das pessoas ou do tempo. Prefere fazer as coisas com calma, para conseguir exatamente o que quer. Detalhista, ele precisa de tempo para pensar, pois gosta de planejar as suas estratégias. Sabe esperar a hora certa, e se prepara para a ação. Como o arqueiro, que estica a corda com cuidado, para lançar a flecha no alvo exato.

Tem a capacidade de ouvir o outro com calma e atenção, e da mesma forma, ama a música - clássica, new age, MPB - que o transporta para outros universos em sua imaginação e sensibilidade. Por outro lado, nada o incomoda mais que o ruído ritmado de uma gota d’água pingando na pia ou o barulho alto dos lugares movimentados.

Gosta de arte, e além da música, muitas vezes se liga à dança, pintura e ao desenho. O seu trabalho será sempre minucioso, como só um perfeccionista voltado a detalhes pode fazer.

Introvertido, prefere conversar individualmente ou num pequeno grupo de amigos em um restaurante tranqüilo, do que sair para festas e shoppings. Veste-se discretamente e com cores neutras, pois não gosta de chamar a atenção. É delicado no trato, mas reservado sobre a sua vida pessoal, e confia apenas nos mais próximos.

Tem necessidade de ajudar as pessoas, e muitas vezes toma as suas dores e sofre com elas. Isto pode lhe desequilibrar, uma vez que a sua sensibilidade pode às vezes funcionar como uma antena pára-raios, catalisando para si mesmo as energias negativas dos outros. É importante que ele aprenda a ajudar sem se envolver tanto nos problemas alheios. E utilize a sua antena como um sensor, que lhe informe sobre a energia das pessoas e ambientes, e lhe mostre até onde pode ir, sem perder a harmonia.

Esta mesma sensibilidade psíquica também lhe permite acessar altas sintonias, e muitas vezes o 7 é inundado por um sentimento de paz, que se irradia em torno, como se estivesse imerso num oceano de tranqüilidade, silêncio e luz.

E aí, ele sente a Presença Divina quase palpável, tão próxima que ela se torna sua busca constante. Místico ou religioso, o 7 está sempre em busca do sagrado. E mesmo quando ainda não sabe disso, um vazio interior constante lhe indica a necessidade da procura de algo maior.

Rezar, orar, meditar, fazer yoga - tudo isto faz parte do seu universo. O universo das coisas do Espírito. Do sonhar com as respostas. Das Revelações trazidas pela intuição. Do sentimento de fazer parte de algo muito maior, descrito por Madre Tereza de Calcutá, um típico 7:

Não sou nada, sou apenas um instrumento, um pequeno lápis nas mãos do Senhor, com o qual Ele escreve aquilo que deseja. Por mais imperfeitos que sejamos, Ele escreve magnificamente.


ESSA SOU EU MESMO!!!! HAHAHA
Pessoa refinada, inteligente, que sabe controlar a própria vida de uma maneira brilhante. Dificilmente comete algum deslize. Não é de ficar comentando sobre seus problemas pessoais e só fala quando tem certeza. Confiável, digna, seus olhos irradiam simpatia e magnetismo. Consegue convencer pela palavra, pois esse dom lhe é nato. Amante da natureza, adora sentir a paz transmitida pelo contato com o verde. Quando está amando, prefere que a outra pessoa tome a iniciativa, pois sente-se um pouco retraída. Sua sexualidade é dosada, embora seja bastante fogosa.

Números e a depressão


Com freqüência temos acesso a noticias e depoimentos de pessoas famosas que assumem publicamente que, em determinado momento de suas vidas, foram acometidas por depressão. Geralmente casos assim servem para levantar novamente a discussão sobre essa doença que afeta a milhares de pessoas em todo o mundo.

A lista de celebridades que já sofreram com a depressão não é nada pequena e conta com nomes como Sting, Jean-Claude Van Damme, Britney Spears e Luis Miguel, além de astros brasileiros como Luiza Tomé, Dóris Giesse, Adriana Esteves, Jorge Fernando, Neusa Borges, entre muitos outros.

Mas, o que será que essas e tantas outras vitimas da depressão têm em comum, além dos dias de sofrimento por conta doença? A numerologia tem uma explicação: Todas elas possuem um número 7 em seu nome ou na sua data de nascimento.

A cantora Marina Lima, por exemplo, tem um nome de nascimento que soma 7. Ela teve uma crise de depressão, perto dos 40 anos. Por isso não conseguia mais se apresentar e, durante 7 anos, ficou longe dos palcos. Disse que precisou rever toda a sua vida nesse período.

Já a atriz Adriana Esteves ficou por um bom período longe das telas devido a passar por depressão profunda. Sua data de nascimento soma 7.

O mesmo ocorreu com:

Vera Gimenez, Kelly Osbourne: (soma das vogais do nome = 7)
Wanderlei Cardoso, Luis Miguel : (soma das consoantes do nome) = 7
Vivien Leigh, a Scarlett O`Hara de O vento levou, Bem Affleck, Marlon Brando (Número do Destino (soma do nome de nascimento = 7)
Thalia, Ewan McGregor, Jessica Alba, Marilyn Monroe, Alicia Keys, Carrie Fisher: (soma da data nascimento= 7)
Virginia Woolf, Heather Locklear, Ford Coppola: (Dia de Nascimento = 7)

O grande desafio de uma pessoa que tem o número 7 entre seus números principais é conhecer a si mesma e compreender então o que é a sua vida. A pessoa 7 está sempre buscando algo a mais. Parece constantemente insatisfeita com aquilo que conseguiu descobrir. Deseja ir além das explicações óbvias, simplistas e visíveis.
Por isso as pessoas 7 são grandes observadores e têm uma enorme capacidade analítica e de pesquisa. Decifram enigmas, especulam fatos misteriosos, são exigentes e detalhistas.

Investem sua energia na busca de respostas que possam acalmar sua mente curiosa, seu espírito inquieto, suas emoções, geralmente contidas.

Pessoas 7 são contemplativas, reservadas e procuram ficar sozinhas para poder pensar. Fazem parte da realidade, mas ao mesmo tempo se afastam dela, como se não quisessem ou não pudessem se misturar com o mundo comum, banal, fútil, ordinário, mundano. Preferem não se expor, não revelar a sua intimidade. Estão voltadas para seu mundo interno e muitas vezes podem parecer auto centradas. São pessoas inseguras que precisam observar de longe, para então, depois que conseguiram avaliar as situações se sentem à vontade para se expor. Têm enormes dificuldades em demonstrar a sua fragilidade interna, esse seu mundo interno e incomunicável.

A pessoa 7 sonha.....Tem um mundo interno à parte, só seu, impenetrável pelos outros. Nesse mundo ela se protege. Somente aí ela deixa emergir todas as emoções, inseguranças, os desejos ocultos, as fantasias, os sonhos. Porém, no momento devido, esse mundo muito pessoal é escondido na “caixa” e dá lugar ao indivíduo que parece bem estruturado, auto suficiente, racional, que tudo explica, com lógica, sem emoção.

No entanto, várias razões podem deflagrar abalos na estrutura racional e contida da pessoa 7, abrindo então a tampa da “caixa” e deixando descoberto esse lado frágil, essas inseguranças, para as qual não existe explicação lógica. A pessoa 7 está então totalmente vulnerável. Está completamente desarmada, e não sabe como se reorganizar, se reestruturar! A caixa inviolável onde a pessoa 7 guardava as suas inseguranças está aberta, sem censura, sem controle!
Instala-se a depressão.

O seu mundo interno passa a ser vivido então de maneira desordenada. Seus intensos questionamentos perdem a base racional. Surgem os medos incontroláveis, a falta de iniciativa, a inércia, as desordens do ânimo, e consequentemente as perdas do afeto, a solidão, a falta de prazer, a sensação de que não é digno de viver.

“Na depressão, a falta de significado de cada empreendimento e de cada emoção, a falta de significado da própria vida, se tornam evidentes.” Andrew Solomon

É necessário estruturar esses conteúdos internos que jorraram para fora de maneira descontrolada. Tratamentos médicos e terapêuticos. A confiança será reativada ao conhecer e compreender o que lhe acontece, que é na realidade a busca do número 7.

“Eu detestava estar deprimido, mas foi também na depressão que aprendi os limites de meu próprio terreno, a plena extensão da minha alma.” Andrew Solomon

*Trechos entre aspas escritos por Andrew Solomon em seu livro O Demônio do Meio-Dia – Uma anatomia da depressão, vencedor do Prêmio Nacional do Livro em 2001 nos Estados Unidos.

e nos relacionamentos...

Número 7 : Aparentemente fria e calculista a pessoa de personalidade 7 é na verdade super exigente com ela mesma e com o próximo. Procura sempre executar suas tarefas de forma impecável. Geralmente solitária, ela se isola e precisa de muito tempo para realmente se entregar a qualquer tipo de relacionamento pois prefere este isolamento.


* Positivo:Espiritualidade, Introspecção, Profundidade, Perfeccionismo, Controle da Mente


* Negativo: Solidão, Pobreza, Exigência excessiva, Auto-Crítica, Reclusão.

************************************************

É como vcs viram ae..o sete é um numero poderosiissssimo!!!
Mas....nem tudo é mil maravilhas neh...tem que ter algo de ruim no meio rsrsrs
´Pessoas de NUMERO SETE como eu são uma caixinha de surpresa!
São os mais fascinantes *--*
Desculpa o puxassakismo gente UHAUAHUA mas é a pura realidade..
SOH QUEM EH SABE ;D
ou quem convive com um neh..HAHA
beijos =* falarei de outros numeros.. ;D até

Nenhum comentário:

Postar um comentário